EMPREGO E CAPACITAÇÃO

A área prioritária de Emprego e Capacitação reúne as principais informações sobre esse tema no Ação 2020. O primeiro passo, após a definição da área prioritária foi a construção do Must Have, com base no levantamento inicial de informações conduzido pelo CEBDS, consulta a especialistas e apreciação pelas empresas por meio de workshops. Soluções de negócios e fatores viabilizadores já começaram a ser discutidos e algumas publicações relacionadas ao tema já podem ser acessadas.

MUST HAVE BRASIL EMPREGO E CAPACITAÇÃO

Considerando o desafio de ter empregos decentes[1] e inclusivos[2], que prezem por impactos socioambientais positivos e sejam favorecidos por um ambiente de qualificação profissional, inovação e empreendedorismo, o Brasil deve trabalhar até 2020, prioritariamente, para:

  • Buscar a erradicação do trabalho infantil, trabalho forçado ou compulsório.
  • Buscar a erradicação da discriminação em todas as suas formas, em relação a jovens, mulheres e profissionais maduros, com garantia para a diversidade, a equidade de renda (em especial para as mulheres), oportunidades e capacitação, assim como o reconhecimento do desempenho no ambiente de trabalho e a preparação do mesmo para recebê-los.
  • Aumentar substancialmente a qualificação técnica e profissional da mão de obra nacional.
  • Fortalecer novas formas de relações de trabalho que favoreçam o equilíbrio entre trabalho e qualidade de vida.

 

[1] Segundo a OIT o Trabalho Decente é o ponto de convergência dos quatro objetivos estratégicos da OIT: o respeito aos direitos no trabalho (em especial aqueles definidos como fundamentais pela Declaração Relativa aos Direitos e Princípios Fundamentais no Trabalho e seu seguimento adotada em 1998: (i) liberdade sindical  e reconhecimento efetivo do direito de negociação coletiva; (ii) eliminação de todas as formas de trabalho forçado; (iii) abolição efetiva do trabalho infantil; (iv) eliminação de todas as formas de discriminação em matéria de emprego e ocupação), a promoção do emprego produtivo e de qualidade, a extensão da proteção social e o fortalecimento do diálogo social.
 
[2] O conceito de trabalho digno (1) resume as aspirações do ser humano no domínio profissional e abrange vários elementos: oportunidades para realizar um trabalho produtivo com uma remuneração equitativa; segurança no local de trabalho e proteção social para as famílias; melhores perspectivas de desenvolvimento pessoal e integração social; liberdade para expressar as suas preocupações; organização e participação nas decisões que afetam as suas vidas; e igualdade de oportunidades e de tratamento para todas as mulheres e homens.

 

Educação e Empoderamento da Sociedade

Afirma-se a importância do papel da educação e do empoderamento da sociedade em todos os Must-Haves. Atores sociais diversos devem ser envolvidos e trabalhar para que as questões ambientais, sociais e econômicas priorizadas nos Must Haves gerem entendimento e adesão da população brasileira. Especificamente para o tema de Emprego e Capacitação, busca-se:

  • Desenvolvimento de iniciativas em capacitação profissional, formação técnica e educação empreendedora.

Especialistas Consultados

  • Marcos Cohen – PUC
  • Vinicius Machado – GOMA/Carioteca
  • Marcos Salles – GOMA/Carioteca
  • Ursulla Araújo – GOMA/Carioteca
  • Francisco Almendra – GOMA/Carioteca
  • Jorge Sotto – Rede Brasileira do Pacto Global
  • Renata Welinski da Silva Seabra – Rede Brasileira do Pacto Global
  • Tomás de Lara – GOMA/O Sujeito
  • Christiane Aquino – Movimento Down
  • Gabriela Agustini – Templo
  • Gabriel Ulyssea – IPEA
  • Florence Laloe – ICLEI
  • Florencia Estrade – Cria Global
  • Andrea Bergamaschi – Todos pela educação
  • Rogério Olivieira – Yunus Social Business/ Movimento Buena Onda

Publicações Relacionadas